Páginas

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Tie Dye Shibori : Caixinha de surpresas !



A palavra tie dye é usada para definir uma técnica de tingir tecidos.
O nome é uma expressão inglesa que significa "amarrar e tingir".
Esse termo se popularizou muito e é utilizado para os diversos estilos de shibori existentes.
E shibori é o nome original, que vem do verbo japonês shiboru, que significa "torcer, apertar e pressionar".

O tie dye é uma arte milenar de várias culturas, tendo aparecido primeiro junto aos povos do Japão, China, Indonésia, África, Índia e Peru.
Cada um desenvolveu seus próprios métodos e padronagens mas os princípios básicos da técnica são os mesmos.
Sempre os tecidos são amarrados e/ou costurados e depois mergulhados em líquidos com corantes resultando em padrões inesperados.
Cada um pode criar seu próprio jeito de amarrar e criar desenhos.

Essa técnica pode ser usada em decoração de interiores, em almofadas e cortinas, decoração de festas, em toalhas e guardanapos, na área de moda para tingir suas peças de roupas.



Num post da semana passada mostramos a você uma mesa que é a cara do verão, com toalha e guardanapos tingidos com corante na técnica ombré, isto é, tom sobre tom, do claro ao escuro.
Você há de concordar que além de exótico, diferente, original, fica muito decorativo.



Aqui ensinamos a técnica do Tie Tye Shibori com tingimento com corante azul especial na cor Índigo, a mesma das calças jeans.
O passo a passo é da designer americana Lia Griffith, que tem um blog incrível, que vale uma visita.
´

Material necessário :
tecido de algodão puro ou com maior % dele, pois assim o corante adere melhor
barbantes de diversas espessuras
elást
pregadores
presilhas, grampos
tubos de pvc de diâmetros diversos
agulha grossa de costura
linha de costura grossa
balde resistente para água quente
corante na cor desejada
fixador ou vinagre
bastão de madeira ou colher de pau

Dicas :
1. Faça esse trabalho ao ar livre, longe de móveis e objetos de decoração queridos.
2. Proteja o que está ao seu redor pois o processo é meio confuso e pingos são inevitáveis.
3. Use roupas velhas para não estragar algo que acabou de comprar.
4. Use luvas de borracha.
5. Inicie usando tecidos usados antes de "estragar" metros de algo novo.
6. Experimente em tecidos menores, mais fáceis de manusear (podem ser transformados em almofadas, jogos americanos, guardanapos, toalhinhas, quadrinhos).
7. Estique uma linha para pendurar os pedaços recém tingidos que terão de secar em ambiente espaçoso para oxigenar (o corante tinge como verde e lentamente torna-se azul).


      Passo a passo :                                               
Dobre cada pedaço de tecido como desejar.


Faça amarrações com linhas e barbantes de espessuras diversas.
  Os resultados dependerão de suas escolhas.                                       


Você pode enrolar o tecido em tubos de pvc ou qualquer outra coisa.


Podem ser usados 2 ou mais tipos de barbantes e linhas no mesmo pedaço.


Valem também amarrações com tiras de jersey ou malha.


Interessante fazer nózinhos estratégicos.




Os tecidos podem ser presos com prendedores, grampos, fivelas, elásticos ...
Faça amarrações em linhas horizontais e verticais para criar padrões geométricos.

Veja acima algumas opções que podem servir de inspiração. 


Jogar o corante num balde de água quente.                                                        
As quantidades a serem usadas encontram-se nas instruções de cada fabricante.
Misturar bem com bastão de madeira ou colher de pau.                                       


Acrescentar o fixador ou vinagre na quantidade indicada pelo fabricante do corante.


Comece a mergulhar os pedaços de tecidos amarrados ...


... retire e vá espremendo bem.


Aqui as peças após o tingimento, ainda molhadas.


Abertas, são verdadeiros surpresas !!!



Uauuuuu !!!




Agora coloque todos os pedaços para secar no varal.


O importante é ser criativo; ousado mesmo.             
Dobre e amarre os tecidos de formas incomuns.


Explore todas as possibilidades
              

Federica

Nenhum comentário:

Postar um comentário